Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > > Comunicação > > Notas Oficiais > > Câmara pede informações à prefeitura sobre Operação Prato Feito e sugere abertura de sindicância administrativa
Início do conteúdo da página

Câmara pede informações à prefeitura sobre Operação Prato Feito e sugere abertura de sindicância administrativa

Geral 14.05.2018 5Vista geral do plenário, durante a sessão ordinária15/05/2018 - A Câmara de Monte Mor encaminhou um ofício à prefeitura, nesta segunda-feira (14), solicitando informações e documentos relacionados à Operação Prato Feito, deflagrada na semana passada pela Polícia Federal em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). O documento, que foi assinado por todos os vereadores da Casa, também sugere que, “dada a gravidade das acusações”, o município “deve proceder, de forma imediata, à abertura de sindicância administrativa para a devida apuração dos fatos” e responsabilização dos envolvidos.

Deflagrada em 9 de maio, a Operação Prato Feito investiga desvios de recursos da União destinados à compra de merenda escolar, em municípios do Paraná, Bahia, Distrito Federal e São Paulo, inclusive Monte Mor. Na sessão desta segunda-feira, o presidente Waltinho Assis (PDT) leu o ofício, que solicita “todas as informações relacionadas a essa investigação, inclusive as que já foram disponibilizadas às autoridades policiais”, além de “cópias de todos os documentos licitatórios realizados, dos contratos firmados e dos demais documentos da execução contratual”.

“Nós solicitamos que sejam apurados todos os problemas existentes em relação a esta Operação, para que ninguém possa dizer que nós, da Câmara Municipal, não estamos fazendo nada. Nós já solicitamos todos os documentos, para apreciação, e posterior utilização em eventual processo”, comentou Waltinho. O ofício enviado ao Executivo também sugere o “afastamento provisório” de servidores, “caso haja indícios seguros” que apontem o envolvimento dos mesmos, “até ulterior finalização dos trabalhos investigatórios perante esta municipalidade”.

VOTAÇÕES

Na sessão, também aprovados por unanimidade cinco projetos de lei de autoria do Poder Executivo, que suplementam fichas no Orçamento, destinando cerca de R$ 811 mil ao Fundo Municipal de Saúde. O detalhamento dos projetos consta da pauta, disponível no Portal da Transparência. A gravação da sessão - que também contou com comentários de diversos vereadores sobre a Operação Prato Feito, que serão posteriormente noticiados em nosso site oficial - será transmitida nesta terça-feira (15), a partir das 20h, pela Rádio Prima.

Fim do conteúdo da página