Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > > Comunicação > > Notas Oficiais > > “Despachei vários ofícios e não obtive respostas”, diz Pastor Elias, criticando órgãos da administração municipal
Início do conteúdo da página

“Despachei vários ofícios e não obtive respostas”, diz Pastor Elias, criticando órgãos da administração municipal

PastorElias 06.08.2018Segundo Pastor Elias, há mais de um mês foram protocolados ofícios na prefeitura; muitos sem resposta08/08/2018 - O vereador Pastor Elias (MDB) manifestou descontentamento com órgãos da administração pública municipal, devido à demora na resposta a ofícios do seu gabinete que pediam informações. A declaração foi dada durante a sessão ordinária desta segunda-feira (6). “Isso acaba prejudicando o desempenho do nosso trabalho junto à população”, disse.

De acordo com o parlamentar, há mais de um mês foram protocolados diversos ofícios na prefeitura; muitos deles ainda sem resposta. Como exemplo, citou Pastor Elias, há o pedido de informações, ainda não respondido, sobre horas-extras e licenças-prêmio de funcionários públicos e o valor da respectiva dívida da prefeitura com os mesmos.

No discurso, o vereador exemplificou que, na garagem, existem servidores públicos com até cinco férias e licenças-prêmio ainda não quitadas. “Como um funcionário vai trabalhar feliz, se ele sabe que tem seus vencimentos para receber e não recebe?”, questionou, ressaltando que as informações serviriam para “traçar ideias”, visando minimizar o problema.

OBRAS

Pastor Elias também sugeriu que a prefeitura divulgue, através de seus veículos de comunicação oficiais, informações sobre o andamento de obras paralisadas. “Precisamos de uma resposta”, afirmou, reivindicando informações sobre processos licitatórios e suas fases, por exemplo, já que os “moradores questionam [os parlamentares sobre] o andamento das obras paradas”.

No mesmo pronunciamento, no plenário da Câmara, o vereador elogiou a secretária de Administração, Trânsito e Mobilidade Urbana do município, Lúcia Aparecida Pereira Albrecht, que recentemente deu um rápido retorno a pedido de informação do seu gabinete. “É isso que precisamos da administração: que haja um retorno das nossas solicitações”, finalizou.

Fim do conteúdo da página